"Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração. Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda. Por isso escrevo em meio do que não está de pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir? Sinta quem lê! " - [Fernando Pessoa]

Companheiros(as) de ℓeitura:

Atenção!!! Os textos deste blog que não são escritos por mim, estão devidamente referidos aos seus respectivos autores (no final de cada texto.) As imagens são de diversos sites, tais como:http://www.tumblr.com/; http://pdi.tumblr.com/; http://browse.deviantart.com/; http://photobucket.com/; http://www.acnlp.no; http://imageshack.us/; entre outros; e os vídeos são do site: http://www.youtube.com/. Obrigada.

Danni ^^

1.4.14

A cor da Saudade



Ele falava de sentimento.
Então, eu perguntei:
— De que cor é a saudade?
Ele me respondeu: A saudade tem a cor da pele de quem nos faz falta. 

 [Autor desconhecido]


^^

24.3.14

Nada é Muito Quando é Demais



Dizem que a gente tem o que precisa. Não o que a gente quer. Tudo bem. Eu não preciso de muito. Eu não quero muito. Eu quero mais. Mais paz. Mais saúde.Mais dinheiro. Mais poesia. Mais verdade. Mais harmonia. Mais noites bem dormidas. Mais noites em claro. Mais eu. Mais você. Mais sorrisos, beijos e aquela rima grudada na boca. Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa, o desejo que escorre pela boca e o minuto no segundo seguinte: nada é muito quando é demais.


[Tati Bernardi]



^^

23.2.14

Faça por Merecer



O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia. 

[Trecho de O Divã - Martha Medeiros]


^^

20.2.14

O que existe além do que já foi dito sobre o amor?



Toda minha vida pautada em amores que tive ou gostaria de ter. 
Falando sobre os que tive, também não tenho muito a dizer. Amei e fui muito bem amada. Mas foi um amor, um único amor que veio cruzou minha vida, tocou a minha alma e ficou marcado em minha pele. 
Todos nos carregamos conosco uma história.
Aquela que só nos atrevemos a lembrar, quando durante a noite no escuro, encostamos nossas cabeças no travesseiro e o silêncio cala fundo. 
Não importam os anos, certas coisas simplesmente permanecem. Mas então, numa quinta-feira a tarde de um ano qualquer, tropeçamos nesse amor já supostamente esquecido. 
Percebemos que amor igual não há e aquela pessoa continua e continuará a ser nossa referencia afetiva mais sincera e profunda. 
Não é doença nem obsessão. Alias não é nada, só amor. Amor dos bons, daqueles que são únicos e maravilhosos, que acontecem poucas vezes na vida das pessoas. 
Daqueles amores que ficam e que teremos que conviver com ele como algo concreto e parte de nossas vidas. 
Que alma consegue atravessar a vida sem ter conhecido o amor? 
E quem sabe ter a sorte de ser correspondido? 
Que vida vale a pena sem amor? 
Nenhum sentimento é mais lindo profundo e transformador que o amor. Só o amor transcende e purifica, enlouquece, cura, invade, permanece, liberta e aprisiona. 
Quando acontece é um som grave que penetra invade e permanece. 
Não compliquem e nem elaborem o sentimento mais incrível e poderoso de todos. 
Permitam que ele chegue e se instale. 
Pois, o resto são bobagens meninos, bobagens.


 [Carolina Ferraz]


^^

23.1.14

Tarde demais para haver outro dia...






Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia
Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia
Era tarde, tão tarde, que a boca tardando-lhe o beijo morria.
Quando à boca da noite surgiste na tarde qual rosa tardia
Quando nós nos olhamos, tardamos no beijo que a boca pedia
e na tarde ficamos, unidos, ardendo na luz que morria

Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia
Era tarde demais para haver outra noite, para haver outro dia.


[Ary dos Santos – Estrela da Tarde]


^^

18.1.14

Silêncio


O silêncio e a mais perfeita forma de música. Nele eu me escondo, me encanto e pernoito as palavras que te irão encontrar. O silêncio é a minha obsessão a minha forma de te escutar. Eu sei que estás aí, que me ouves e me percebes. Sei que sentes os meus silêncios. Eles são os teus também.


 [Pedro Abrunhosa]


^^