Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

18.7.17

Consciência E Êxtase Tornam-se Um

“Quando você está fluindo com alegria, beatitude, este é o momento de ficar consciente, mas as pessoas fazem exatamente o oposto. Quando elas estão felizes quem se importa com a consciência? E quando elas estão em angústia, elas certamente começam a pensar que é o momento de conscientizar-se e sair da angústia. Mas ninguém jamais foi capaz de sair da angústia imediatamente.
Primeiro, tem que sair do êxtase. Se você pode estar consciente primeiramente de seus momentos alegres, a depressão, as quedas não virão. A porta para sair é a partir do êxtase. Portanto esta é a maneira mais simples:
Seja feliz e esteja consciente.
Alegre-se e esteja consciente.
Ame e esteja consciente.
Não deixe a consciência de lado dizendo, ‘Isto é uma espécie de perturbação; eu estou em grande êxtase’. Consciência se torna como uma perturbação; não é. Ela talvez pareça assim no começo, mas logo você verá que levará seu êxtase a picos mais elevados. Ao final consciência e êxtase se tornam um. Então esses baixos, os momentos depressivos, as agonias, desaparecem."
[Osho, Om Shantih Shantih Shantih: The Soundless Sound, Peace Peace Peace, Capítulo #1] 


^^

Nenhum comentário: