Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

7.12.08

Párei pra ouvir o Silêncio

"Passei a ouvir novos planos
Parei pra sentir o teu beijo
voltei a sentir, sentimentos
Em cada led em cada laser
Em cada lábio em cada rave
Nossa eletrônica atração
Pelo que é proíbido
Todo mundo dança e brilha
Por estar perdido
Tentei fugir, pra não ver o dia nascer
Mas tua luz, foi mais forte que o sol
Tudo está claro agora!
Mesmo daqui posso sentir
seu pensamento em mim
Já estou com saudades imensas
Dos nossos beijos futurísticos
Mesmo daqui posso sentir
Teu pensamento em mim
Já estou com saudades imensas
Dos nossos planos terroristas
De acordar só na segunda
E começar tudo de novo..."


^^

Um comentário:

Thiago disse...

"Já estou com saudades imensas
Dos nossos beijos futurísticos"

Beijos futurísticos). Por favor prof, justifique sua respostas pra esse seu humilde aluno.
Nada de espanhol, pq essa resposta tem que ser em português para um melhor entendimento.