Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

1.4.12

Dentro das minhas Divisões


Amo o caminho que estendes por dentro das minhas divisões.
Ignoro se um pássaro morto continua o seu voo
Se se recorda dos movimentos migratórios
E das estações.
Mas não me importo de adoecer no teu colo
De dormir ao relento entre as tuas mãos.


[Daniel Faria]
^^

Um comentário:

Sac do Amor disse...

Uma semana otima cheia de coisas boas!

Vim convida-la para curtir nossa pagina no Facebook:

http://www.facebook.com/pages/Sac-do-Amor-Seu-Problema-%C3%A9-Nosso/357521907622757

Te vejo lá!

Beijus