Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

31.7.11

Fica...





Fica ao menos o tempo de um cigarro, evita comigo que este tempo ande. Lá fora estão as casas, vive gente perto do candeeiro, o som que nos chega apagado pela distância só denuncia o nosso silêncio interrompido.
Ajuda-me, faremos o inventário das coisas que quisemos fazer e não fizemos, mágoas que deixámos esquecidas
entre o ruído das cidades. Fica, não te aproximes, nenhum dia é menos sombrio, quando anoitecer vamos ver as árvores caminhando cercando a casa.




[Hélder Moura Pereira]




^^

Nenhum comentário: