Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

27.6.11

Vida Interior



Para onde vai tudo o que a gente pensa e reprime, tudo o que a gente lê e compreende, tudo o que a gente vê e não toca?
Para onde vão as idéias que a gente consome e os sentimentos que nos envergonham?
Vida inteirior. Nem mil anos bastariam para eu assimilar tudo o que sinto e acomodar toda essa trupe em mim.


[Martha Medeiros]



^^

Um comentário:

Talita disse...

Passando para desejar uma linda e abençoada semana, beijoss.

Tata
tataplavrasaovento.blogspot.com