Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

25.8.09

No meio do meu seio

No meio do meu seio
Esconde-se um sexo
E da perfeição nada sabemos

Um sexo desocupado e vagabundo
Entorpecido, cheirando nada
nada comentando
Sexos calados não se visitam
É muita falta de assunto nos
encontros

No meio do meu seio
Pulsa um sexo
E eu atenta nada tento

[Ione França]

^^

3 comentários:

Blue disse...

Apenas no meio dos seios,
queria muito poder,
repousar meu rosto!

Beijos

Luna Sanchez disse...

Hummmmm

Instinto e vontade...ui, que bom!

Beijos, Danni. ^^

ℓυηα

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

É Luninha... instinto e vontade não faltam... o problema é a falta de coragem.

=(

Bjs!