Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

14.7.09

Hoje...


Hoje eu estou rindo à toa. Engana-se quem pensa que é por estar absolutamente feliz, a felicidade vai e vem. Simples assim. Se eu sorrio é para disfarçar a minha surpresa. De repente ficou tudo tão esquisito... Cheguei a ficar meio petrificada.

Hoje eu não quero entender ou ser compreendida. Não quero ser triste nem feliz. Nem condenada nem inocente.

Hoje eu só quero ver a vida passar.


^^

3 comentários:

Blue disse...

As vezes queremos apenas isso mesmo: ver a vida passar!

Beijos

Luna Sanchez disse...

Ana Carolina, canta :

♪ "Perder o vazio
É empobrecer" ♫

Ver a vida passar é um excelente exercício, né não?

Beijo, Danni.

ℓυηα

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Blue e Luna, ver a vida passar é um excelente exercício... Mas, confesso que o sedentarismo já faz parte da minha rotina - há um bom tempo...

Bjs queridos

=)