Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

26.4.09

Mais de Mim - III


Gosto de chuva e do frio, gosto de suco (uva, laranja, manga sempre...), não gosto que me acordem bruscamente... gosto de acordar de mansinho, gosto do entardecer, não gosto de fotos nas molduras, gosto das sirenes dos faróis, gosto de olhar horas e horas pro mar, não gosto de prédios, gosto de gaivotas, gosto de Drumont e do Pessoa, gosto de "farturadas", não gosto de injustiça, gosto de ler vários livros juntos e compará-los, não gosto de estrada, gosto de viagens, gosto da lua em quarto crescente, não gosto de cerveja, gosto de vinho branco suave, gosto da liberdade, gosto de ficar abraçada, gosto de "voar" em meus pensamentos, gosto de chocolate branco, gosto de poesia, não gosto de ser "obrigada" a fingir e mentir, não gosto da minha timidez, gosto dos poucos amigos sinceros que tenho, não gosto do meu cabelo (ele me odeia), gosto das fachadas antigas, gosto de ficar em casa assistindo à filmes de suspense, gosto de objetos de vidro, não gosto de comer alface, gosto de fogos de artifício, gosto de tudo muito colorido, gosto de beijos roubados que me deixam sem ar, não gosto de esperar, gosto de deitar-me no chão que a terra dá, gosto de ouvir música alta, gosto de olhar nos olhos, não gosto da cor marrom, gosto de história verossímil, gosto de jeans, não gosto de pessoas previsíveis, gosto de ouvir os sinos e o timbre grave da voz, gosto de fantasias, não gosto de isônia, gosto das minhas mudanças constantes e, sobretudo, da ideia de não saber o que eu vou gostar ou não daqui pra frente ...
^^