Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

26.2.09

De Volta pro Amor


"Tenho andado atrás dos sonhos que eu criei
Tanto sentimento que desperdicei
Infinito momento
Perdido na esquina do pensamento...

Tudo que eu queria era sentir de novo o amor

Eu queria alguém que acendesse a luz
Com esse tipo de energia que seduz
E que mostre o caminho
Ninguém vive feliz sozinho

Tem momentos que eu não sei
O que é real ou se alguém no mundo
Sente o que eu senti...

Alguém de verdade
Chega de sonho pela metade"



^^

Nenhum comentário: