Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

12.1.09

Tenho Pena e Não Respondo


"Tenho pena e não respondo.
Mas não tenho culpa enfim
De que em mim não correspondo
Ao outro que amaste em mim.
Cada um é muita gente.
Para mim sou quem me penso,
Para outros --- cada um sente
O que julga, e é um erro imenso.
Ah, deixem-me sossegar.
Não me sonhem nem me outrem.
Se eu não me quero encontrar,
Quererei que outros me encontrem?"
[Fernando Pessoa]
^^

2 comentários:

Tecnenfermaginando disse...

Oi, Danni!

A escolha não poderia ter sido melhor.
Amo Fernando Pessoa, sempre sutil e objetivo.

Seu blog é uma graça, o passeio é prazeroso.

Boa semana.

Teresa

Danni disse...

Eu também gosto muito do Pessoa!
Foi dando umas voltas pelo cotidiano do Fabio Siqueira que me fez (re)lembrar desse grande poeta.

Obrigada pelo elogio!

Bjão Teresa!

Danni