Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

12.12.08

Aahhh...!


"Abro bem a boca
Puxo o ar com força e nada acontece
Tá tudo travado, ficou complicado
Eu tô sufocando, preciso falar
Tá tudo tão rarefeito e eu longe de ser perfeita

Sopro, apnéia, falta de ar."

Aahhh...!"

[Pitty]
^^

2 comentários:

Aline disse...

Dani, essa fixação oral repentina é influência de Freud?

Miℓєną disse...

Aline,
Vc também percebeu???
Tá vendo só Dani, depois vc não acredita quando eu faloooo.
Tenho até medo de ficar perto dela...
Ela agora conversa com a gente, analizando tudo! Cada detalhe, cada movimento de "sombrancelhas", tem que ver!... E olha que ainda ném terminou o curso...
Até lá ela vai me fazendo de cobaia terapêutica. rsrsrs


Bjs!
Miℓєną