Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

19.2.12

Manhã de Amor


É manhã, vem o sol,
Vem trazer o calor,

Que aquece a emoção,
De um olhar,
De um aperto de mão,
Vem a chuva, também,
Vem chorar a alegria do retorno de alguém,
De um amor,

Numa terna ilusão,
E se faz lá no céu,
O enlace da chuva e do sol,
A natureza sorri,

É tão lindo o matiz do arrebol,
Já se fez a manhã do amor,
Já se pôs o arco-íris além,
Vem a chuva,
Vem o sol,
Com eles, meu bem.
Que se faz lá no céu,
O enlace da chuva e do sol,
A natureza sorri,
É tão lindo o matiz do arrebol,
Já se fez a manhã do amor,
Já se pôs o arco-íris além,
Vem a chuva,
Vem o sol,
Com eles, meu bem



[Elis Regina]


^^

Nenhum comentário: