Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

31.1.12

A Cor do Som


Abri a porta,
Apareci,
A mais bonita,
Sorriu pra mim ...
Naquele instante me convenci
O bom da vida vai prosseguir

Vai prosseguir, vai dar pra lá do céu azul
Onde eu não sei, lá onde a lei seja o amor
E usufruir do bem, do bom e do melhor seja comum
Pra qualquer um, seja quem for.



[Adriana Calcanhotto]
^^

Um comentário:

Malu disse...

Passando para sentir as cores do SOM desta gente que é tudo de bom.
Saudades de vir por aqui, mas o tempo anda corridinho.
Beijinhos