Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

18.12.11

Destino Traçado no berço


Eu sei que vou.
Insisto na caminhada.
Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo, eu tiro um arco iris da cartola.
E refaço
Colo
Pinto e bordo.
Porque a força que vem de dentro é maior.
Maior que todo mal que existe no mundo.
Maior que todos os ventos contrários.
É maior porque é do bem.
E nisso sim, acredito até o fim.
O destino da felicidade, me foi traçado no berço.

[Caio Fernando de Abreu]


^^

Um comentário:

Nara disse...

Será minha oração de amanhã.