Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

18.9.11

Setembro



Por quê a docura no olhar

de uma mulher certos dias?

[Ruy Belo]



Hoje é meu aniversário - um certo dia 18, do ano de 2011, de muita relevância...



^^

2 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

Meus parabéns de redundância
! ! !

Luna Sanchez disse...

Parabéns, Dannizinha!

Felicidades mil, saúde, amor, realização de sonhos, sucesso, tudo de bom pra ti, sempre!

Beijo grande, viu?

Te gosto muito.