Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

11.9.11

Este sentimento:




"Aqui não lançarei a âncora"
e imediatamente nos sentirmos envolvidos pelas vagas que ondulam e nos arrastam!

[Franz Kafka]




^^

Um comentário:

M.M. disse...

Melhor estar a deriva do que encalhada!

Lembrei-me de uma música:
"Eu não troco, não vendo, não empresto nem dou
A paz no coração pelas juras de amor
...
Só atraco meu barco em porto seguro
Em canoa furada não vou no escuro "

Beijo

MeninaMisteriosa