Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

1.7.11

Se guardo algum tesouro não o prendo



porque quero oferecer-te a paz de um sonho aberto
que dure e flua nas tuas veias lentas
e seja um perfume ou um beijo um
suspiro solar...



[António Ramos Rosa]



^^

2 comentários:

Malu disse...

O que melhor se poderia ser se um perfume ou um beijo...?
Lindo isto!!!
Abraços

Luna Sanchez disse...

Tão bonito quanto complicado manter-se assim...ai, ai.

Beijocas!