Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

19.6.11

Sessão pipoca - Sexo Frágil - Um Programa Pequeno Demais Pra Nós Todos











♪"Objeto do desejo, boca aberta A, beijo rouco AI, louco sexo. E o meu ser sem nexo perguntando: MEU DEUS, como? Quando? Onde? Aonde é que você se escondeeee? TATAAAAA TATAAAA tanto de mim. TANTO DE MIM!"♪

[É pra morrer de rir... semana que vem tem mais!]


Danni^^

Nenhum comentário: