Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

21.5.11

Os ladrões vivem nas águas furtadas?



O peito do pé usa soutien?

Em que carpintaria funciona
a Serra da Estrela?

Quando se come um prego, fica-se com ferrugem na barriga?

Em que mês aparecem
andorinhas no céu da boca?

O Sumo Pontífice é feito
de que sumo?

Em que guerra foi usado
o peixe espada?


[Luísa Ducla Soares]




^^

Um comentário:

Daniel Savio disse...

As vezes fazemos a nossa vida um conjunto de perguntas sem sentido...

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.