Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

14.5.11

Fantasias

Já nos imaginamos de tantas maneiras
Em tantos lugares
Com tantas pessoas
E no entanto estamos só nós dois
Inventando histórias pra nos divertir

Será que isso é o bastante
Ou é apenas ou primeiro passo?

Agora eu tou sozinha no banheiro
Fechando tampas de remédio
Imaginando situaçãoes
Imaginando, imaginando

Será que isso é o bastante
Ou é apenas o primeiro passo?

F-a-n-t-a-s-i-a-s

Já estivemos juntos em tantos lugares
Difíceis de se imaginar
E no entanto eu só queria
Nós dois, uma cama e nada mais...






[Composição : Paula Toller/ George Israel]



^^

Um comentário:

Daniel Savio disse...

Fantasias serve para motivar a algo mais, ou deveria ser assim...

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.