Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

4.4.11

Preciso de ter sempre água por perto,


...diz a mulher, preciso de água para diluir o coração.

[Dulce Maria Cardoso]


^^

6 comentários:

Kati Froes disse...

Gostei! e que linda essa foto hein!
Boa semana =)

Daniel Savio disse...

Mas assim ele vai transbordar pela bordas...

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.

Daniel Savio disse...

Mas assim ele vai transbordar pela bordas...

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.

valquiria calado disse...

Eu também.


"Nosso Coração é Uma Casa onde ninguém entra e sai, com ou sem nossa permissão, sem deixar marcas nas paredes."

(Letícia Thompson)


...........|""""""""""""""""""""""""||_
...........|Neste "♥" tem amizade, |||"|""___
...........|________________ _ |||_|___|)
...........!(@)'(@)""""**!(@)(@)***!(@)

Trago um caminhão de sucessso e alegria pra tua semana.
Beijo da amiga.

Luna Sanchez disse...

Ah, Danni, desse eu gostei e gostei muito! Que lindo! =)

Vou postar no Twitter com teu link, tá?

Beijo.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

°•~ ∂ąnnι °•~, que tirada mais legal esta sua postagem. Diluir o coração, só com água mesmo. Com álcool, nem pensar. Acho que é a semente da "dor de cotovelo".
Beijocas com carinho.
Manoel.