Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

14.3.11

Um pouco de Vinícius de Moraes


Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não
Nao há mal pior do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair
Pra que somar se a gente pode dividir
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer
Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão.


[Vinicius de Moraes]


^^

3 comentários:

Luna Sanchez disse...

Oba, sendo assim já tenho perdão garantido! =)

Beijo enorme, Dannizinha, saudades de ti!

Marcelo Mayer disse...

mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, agora é a minha ve de dizer "dia dos sumidos" (como a Amanda falo comigo uma vez), mas voltando ao assunto do post...

Talvez seja uma melhor um amor ruim porque uma hora ele nos ensina a amar melhor, ou pelo menos, amar realmente.

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.