Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

9.3.11

Tão Beata, Tão a Toa


Espelho, espelho meu
Existe alguém mais louca do que eu?
Que me enfeitiço com seu riso
Que deliro quando encosto
E faleço, quando te beijo

E no calor dessa magia
Eu sou fera fico bela
E me escorrego no teu corpo

É que eu mordo que soco
Que eu monto e desmonto
Tão beata, tão à toa


[Marina Lima]


^^

Um comentário:

Daniel Savio disse...

Eu não diria exatamente Beata, mas sim, com a vida em mãos...

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.