Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

2.3.11

Maktub





Já estava escrito
No tempo e espaço
Que minha alma e a tua uma luz seriam
Já estava escrito
Pelos milênios
Que no sagrado fogo da paixão nos consumiríamos

Sol do deserto queimando a areia
Tua presença é água
Que preserva a vida
Pomba selvagem no azul da
Alma
Teu olhar é luz que ilumina e cega

Já estava escrito e Allah o sabe
Que a serpente mágica do amor nos faria deuses

Está escrito
Antes dos tempos
Que a vida vale a pena quando o amor nos toca.


[Marcus Viana]


^^

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Diante desta poesia, só me resta dizer que concordo...

Fique com Deus, menina xará Danielle.
Um abraço.

нєllєи Cαяσliиє disse...

Essa poesia é linda!
semana passada estava com MAKTUB no meu nick!
sempre belas palavras né?
Seu cantinho é maravilhoso,amei visita-lo!
Fica a vontade caso queira visitar o meu
http://www.evidentespensamentos.blogspot.com/
Beijos de bom dia!