Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

28.3.11

Breathe No More



Tenho olhado no espelho por tanto tempo que comecei a acreditar que minha alma estava do outro lado...

Todos os pequenos pedaços caindo destruídos

Partes de mim afiados demais para serem colocados de volta

Pequenos demais para terem importância, mas grandes o suficiente para me cortar em tantos pequenos pedaços.


Se eu tentar tocá-la,

E eu sangro

Eu sangro

E eu respiro

Eu não respiro mais


Tomo fôlego e tento elevar meu espírito

Ainda novamente você se recusa a beber como uma criança mimada?


[Composição: Amy Lee]


^^

Um comentário:

Luna Sanchez disse...

Danni, estou com dificuldades para comentar aqui no teu blog : nem sempre a janela abre e quando envio o comentário não aparece a mensagem de que está aguardando moderação, o que me faz deduzir que eles não são salvos.

=\

Beijo, beijo.