Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

11.10.10

A Flor que És


A flor que és, não a que dás, eu quero.
Porque me negas o que te não peço.
Tempo há para negares
Depois de teres dado.
Flor, sê-me flor! Se te colher avaro
A mão da infausta esfinge, tu perere
Sombra errarás absurda,
Buscando o que não deste.

[Ricardo Reis]


^^

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Mas não se procuraria com tanta ansiedade se não fosse a felicidade, mesmo que seja apenas o deslumbre dela...

Fique com Deus, menina xara Danielle.
Um abraço.

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, você me quebra xará, pois tem acesso previlegiado ao meu orkut =P

Trate de se cuidar menina.

Fique com Deus, menina.
Um abraço.