Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

28.7.10


Se pudesses ver que sou uma espécie em extinção:
humana, demasiado humana.
Se o teu cérebro pudesse autorizar
o teu coração,
se fechasses os olhos.
Se sentisses
toda esta constelação que treme
nas minhas mãos.
Se pudesses receber o meu coração,
olhá-lo fixamente,
ser sua testemunha
antes que se extinga.
Se pudesses...

[Lourdes Espínola]


^^

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Realmente é algo raro ser extremamente humano, pois com o tempo acabamos perdendo um pouco de sensibilidade para evitarmos de sofrer...

Fique com Deus, menina xara Danni.
Um abraço.

VALVESTA disse...

Se as pessoas pudesse nos ver por dentro...

A cura da lepra, os sete mergulhos de Naamã, a salvação veio por se humilhar; Deus ainda é o mesmo de ontem, é hoje e será amanhã.
postado por VALVESTA em Hanukká - http://hanukkalado.blogspot.com/ visite e deixe seu comentário, o Pai tem sempre um abraço pra você. beijos no teu coração com carinho, Valquíria calado.