Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

11.5.10

A Miragem


Ah, se pudéssemos contar as voltas que a vida dá
Pra que a gente possa encontrar um grande amor...
É como se pudéssemos contar todas estrelas do céu,
os grãos de areia desse mar, ainda sim...

Pobre coração o dos apaixonados
que cruzam o deserto em busca de um oásis em flor.
Arriscando tudo por uma miragem,
pois sabem que há uma fonte oculta nas areias.
Bem aventurados os que dela bebem,
porque para sempre serão consolados.

Somente por amor a gente põe a mão
no fogo da paixão e deixa se queimar,
somente por amor, movemos terra e céus,
rasgando sete véus, saltamos no abismo sem olhar pra trás,
somente por amor...
e a vida se refaz e a morte não é mais pra nós.

[Marcus Viana]

^^

Um comentário:

Daniel Savio disse...

E com este fogo, nos purificamos o nosso coração...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.