Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

7.5.10

Longe Demais

Beijei seu rosto e guardei
Achei sincero e sem dúvida
Era quase de manhã, era madrugada
A noite esconde a cidade e você some
Será que é cria da noite e eu não sei?
As horas cessaram naquela manhã
Que vem é outro dia, outro dia
Será um desencontro e eu vou sozinha
Ele não dá um sentimento
Será um jogo intenso que se anuncia
Ele ri e sabe o que faz
Te quis pra minha vida, todo tempo esperei
E a vida agora está em torno de você
Amanhã é longe demais
Pra quem não tem
Pra quem não sabe
Amanhã é longe demais
Pra quem não tem a eternidade.


[Compositora: Vanessa Da Mata]

^^

3 comentários:

Luna Sanchez disse...

Triste e terno.

Beijo.

ℓυηα

Nara disse...

Amanhã tá demorando tanto

Beijo,
Nara

Daniel Savio disse...

Mas pelo menos tem o hoje...

E se o hoje nos pertecem, é melhor aproveitar...

Fique com Deus, menina xara Danni.
Um abraço.