Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

17.4.10

Só por dentro de ti


Só por dentro de ti há corredores
e em quartos interiores o cheiro a fruta
que veste de frescura a escuridão...

Só por dentro de ti rebentam flores.
Só por dentro de ti a noite escuta
o que sem voz me sai do coração.

[David Mourão-Ferreira]


^^

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Por que só dentro de si?

Não seria melhore vestir as flores que tem dentro de si...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.

Nara disse...

Ui, né?

Adoro!

beijo,
Nara