Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

12.4.10

Quem?



Um raio de luz lançou toda a doçura num sono.

Quem o dormiu antes do tempo?


[Ingeborg Bachmann]
^^

4 comentários:

Daniel Savio disse...

Depende, as vezes nós mesmo que somos responsaveis por este sono antes da hora...

É, o sumido volta, mas aos poucos.

Fique com Deus, menina xará Dani.
Um abraço.

Ma.chine disse...

Lembrei dessa música
que não tem nada av com teu post :/

Quem chegou a ouvir o som?
Quem ligou se tá no tom?
Quem não viu e mesmo assim falou?
Quem tomou e não gostou?
Quem dividiu o tudo em dois?
Quem preferiu deixar pra depois?
Quem escolheu o bem e o mal?
Quem achou que tudo é normal?

E eu tô do mesmo lado que você

Quem partiu a Terra ao meio?
Quem decidiu o que era feio?
Quem acreditou no "tudo bem"?
Quem confiou em alguém?

pensa, ouvem vive

música.

Andréa Silveira disse...

Tô aq a pensar no seu post por um tempo... Acho q estou dormida, pois não consegui respondê-lo melhor... Beijos!!

Menina Misteriosa disse...

Fiquei como a Andréa... aqui, te lendo, relendo e pensando... será que sou eu?

Adoro vir aqui...

Um beijo

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/