Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

31.3.10


Aquele dia amanheceu como outros tantos...
Era um dia puro, luminoso, chamando à vida.
Mas tinha havido tantas manhãs assim
e o presságio da Natureza em festa tantas vezes tinha mentido!...
E contudo, aquela manhã foi a manhã verdadeira,
e o Sol não brilhou em vão, o mar não foi inutilmente belo,
porque foi, amor, a manhã em que nascemos um para o outro!


[Adolfo Casais Monteiro]


^^

6 comentários:

Luna Sanchez disse...

=)

Eu gosto de dias começando.

Beijos, dois, flor.

ℓυηα

Nara disse...

Ai que fofuuuraa!

Beijo,
Nara

***MissUniversoPróprio*** disse...

Nossa...que perfeito...

"E contudo, aquela manhã foi a manhã verdadeira,
e o Sol não brilhou em vão, o mar não foi inutilmente belo,
porque foi, amor, a manhã em que nascemos um para o outro!"

Coisa mais linda do mundo...

A paixão, o sentimento, brilharam ainda mais forte dentro de mim!

Ó, flor, obrigada pelo carinho lá no Céu, viu? Fico feliz que tenhas gostado da introdução.

Beijo bem grande, lindona!

;)

Denise disse...

Ao nascer para alguem renasce-se em si mesmo....e é tão bonito

carinho

Menina Misteriosa disse...

Hum... bom isso!
Adoro dias, assim, diferentes... os outros, que virão, nos farão lembrar...
Beijo!


http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

Daniel Savio disse...

Tem dia que nasceram para eternindade mesmo...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.