Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

20.2.10

O Verdadeiro Amor


Eu não tenho medo de fracassar
Eu não tenho medo de não vencer
Eu não tenho medo de ser...

Eu não tenho medo de não tentar
Eu não tenho medo de não romper
Eu não tenho medo de ser...

O verdadeiro amor lança fora todo medo.
O verdadeiro amor lança fora todo medo.
O verdadeiro amor que vem de Deus
Me ensina a não temer...



[Composição: Ludmila Ferber]

^^

8 comentários:

Marcelo Mayer disse...

triste é ver que fazem do amor de deus um medo. fazem dele um inimigo.

Nara disse...

Confio e acredito!

May Santos disse...

Lindíssima essa canção!
Gosto muito!

O verdadeiro amor lança fora todo o medo!

E Deus é esse amor!

Lady disse...

Deus, meu fejúgio e minha fortaleza.
Nada temerei, pois ele me fortalece.
Adorei!
Linda noite pra ti!

Daniel Savio disse...

E por não ter este medo, conseguirá o melhor prêmio da vida, se sentir inteira ao amar...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.

Janinha Maciel disse...

Qm ñ tem medo vive mais intensamente...Pq arriska e ñ teme...

Deus é o mestre e nos faz esquecer todo o medo...

Amor é sublime...

bju adorei

Dai disse...

Eu semprei gostei muito da Ludmila, ela sabe o que é dor e também sabe o que é vitória.

Eu acho que a gente tem que confiar mesmo que tem alguém no controle, que seja como for, Deus não nos perdeu de vista.

beijo

Dai disse...

Eu semprei gostei muito da Ludmila, ela sabe o que é dor e também sabe o que é vitória.

Eu acho que a gente tem que confiar mesmo que tem alguém no controle, que seja como for, Deus não nos perdeu de vista.

beijo