Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

1.2.10


Um crime à minha porta
sou ouro em teu olhar
serei o pai do teu prazer até ao dia
em que o amor for para nós
a última fatia
e se o trago é difícil
e a veia entope
só nos resta a nós os dois
a hemorragia

- Primeiro que eu compreendesse o meu corpo! Sempre tive muito cuidado com ele, porque sempre senti que fazia parte de mim. Nunca o desprezei e nunca o retirei da minha vida... Hoje tenho a sensação de que o cuidei como quem cuida duma casa vazia, só a pensar que é um lugar de calor e de carinho à espera de quem aí possa morar. Eu acho que um dia as pessoas ainda vão descobrir o que podem fazer com o corpo porque os sentimentos, quando estiverem purificados, vão ajudar-nos muito. Julgo que vamos viver melhor quando nos ligarmos mais pelos sentimentos do que pelos saberes. Tenho a certeza de que nunca usaria o meu corpo com leviandade mas, como a palavra, o corpo é um lugar de risco... A gente nem sempre encontra quem mereça as nossas palavras, não admira que custe a encontrar quem mereça o nosso corpo... Mas julgo que, antes de descobrirmos o corpo, temos outras coisas para descobrir.

(...)

- Julgo que o mais importante são as palavras. Quando se vive a solidão, sabe-se que, por causa duma palavra verdadeira, caem muitas vezes as muralhas que levantamos à volta das nossas almas.


Uma palavra verdadeira pode ser um milagre: é a solidão derrotada.



[António Alçada Baptista]


^^

7 comentários:

Nara disse...

*-*

As vezes me assusto ao pensar que meu corpo querendo ou não, sou eu.

Menina Misteriosa disse...

Danni,
Que coincidência... estava pensando hoje mesmo nisso!
Uma palavra pode mudar nosso dia... e muitas pessoas não valorizam o poder que podem ter!
Adoro vir aqui...
Beijos

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

Janinha disse...

Nossa amei...

Mto lindo... Realmente precisamos cuidar da alma como qm lapida um joia rara...

Boa semana bjus

Luna Sanchez disse...

É uma questão de ponto de vista : se eu acho que o meu corpo merece aquele alguém, já quero. ;)

Beijo, Dannizinha.

ℓυηα

c.a.r.l.u.s. disse...

texto incrível

lindo
como tudo aqui;

bjos

Marcelo Mayer disse...

então, me encontro em solidão

Daniel Savio disse...

Mas é uma dúvida cruel, pois ou sofre com as emoções forte do amor, ou sofre com a mesmice da sollidã (meio contaminado com o de cima)...

E outra coisa, só estamos realmente sozinhos, quando não temos sentimentos, pois até a tristeza nos faz companhia, imagina dando vazão ao amor...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.