Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

3.12.09

Brincar de Viver

Quem me chamou
Quem vai querer voltar pro ninho
redescobrir seu lugar
Pra retornar
E enfrentar o dia-a-dia
Reaprender a sonhar
Você verá que é mesmo assim,
que a história não tem fim
Continua sempre que você responde sim
à sua imaginação
A arte de sorrir cada vez que o mundo diz não.

Você verá que a emoção começa agora
Agora é brincar de viver
E não esquecer, ninguém é o centro do universo.

Que assim é maior o prazer...

Você verá que é mesmo assim,
que a história não tem fim
Continua sempre que você responde sim
à sua imaginação
A arte de sorrir cada vez que o mundo diz não.

E eu desejo amar todos que eu cruzar pelo meu caminho
Como eu sou feliz, eu quero ver feliz
Quem andar comigo, vem...


[Compositor: Guilherme Arantes]

^^

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Música bonita, principalmente pela mensagem que ela nos passa (de amar a todos)...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.

Luna Sanchez disse...

Impossível não emocionar-se com essa letra, né, florzinha?

Adoro!

Beijos.

ℓυηα