Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

3.12.09


Vamos fazer limpeza, mas geral
e vamos deitar fora as coisas todas
que não nos servem para nada, essas
coisas que não usamos já e essas
que nada fazem mais que apanhar pó,
as que evitamos encontrar porquanto
nos trazem as lembranças mais amargas,
as que nos fazem mal, enchem espaço
ou não quisemos nunca ter por perto.
Vamos fazer limpeza, mas geral,
talvez melhor ainda uma mudança
que nos permita abandonar as coisas
sem sequer lhes tocar, sem nos sujarmos,
que fiquem onde sempre têm estado;
vamos embora só nós, vida minha,
para voltar a acumular de novo.
Ou vamos deitar fogo ao que nos cerca
e ficarmos em paz com essa imagem
do braseiro do mundo face aos olhos
e com o coração desabitado.

[Amalia Bautista]


^^

6 comentários:

Marcelo Mayer disse...

que tal se sujar com os próprios corpos?

Layara disse...

...profundas letras menina Linda!

sim precisamos as vezes fazer limpeza geral e jogar fora tudo aquilo que nos faz mal.

beeijos!

Daniel Savio disse...

Concordo que deveriamos queimar o que faz nos faz mal e guardamos dentro do coração, contudo, na esta época, é bom doar aos mais necessitados o que não temos mais serventia...

Fique com Deus, menina xará Danni.
Um abraço.

jorge manuel brasil mesquita disse...

olá.

estou num novo blogue:
www.gomosdotempo.blospot.com

jorge brasil mesquita, 04/12/2009

Luna Sanchez disse...

Isso mesmo : nada de fazer da vida um brechó. ;)

=**

ℓυηα

Menina Misteriosa disse...

Essa limpeza... faz um bem danado!
Torna-se tão necessária se a gente deixa acumular...
:)
Boa semana, linda! Beijos