Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

3.9.09


Meu coração e eu
vivemos juntos
mas não lado a lado
e nunca nos vemos
o sangue é um acordo vivo
que nos ata.

[Ana Hatherly]
^^

Um comentário:

Luna Sanchez disse...

Quando eu me tornar "gente grande", talvez possa dizer o mesmo quanto a mim e meu coração.

Por hora, somos quase que uma coisa só, misturados. Minha sorte é que a razão ainda teima em se meter entre nós.

Rs

Adorei isso, querida...adorei!

ℓυηα