Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

25.9.09

Linguagem Figurada

Se eu fosse árvore crescia-te numa mão cheia
se fosses o mar fazia-te castelos brancos na areia.

Se fosses flor arrancava-te com raiz e tudo
se eu fosse fogo fazia-te a casa em cinzas-veludo.

Se eu fosse ninfa sugava-te para o fundo do mar
se fosses estrela dava-te um tiro para caíres do ar.

[Ulla hahn]


^^

3 comentários:

Luiz Caio disse...

Oi Danni! Como vai?

Muito lindo este seu espaço...
Belíssimos poesmas!

TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA!

Beijos.

Luna Sanchez disse...

O importante é aproximar as essências, né, flor, independentemente do que sejamos.

Muito lindo, muito.

Beijos de sábado.

ℓυηα

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Luis Caio,
Que bom que gostou, Obrigada!
Seja sempre bem vindo!

tenha um ótimo domingo!

Luna,
A essência é tudo! Se todos nós conseguíssemos nos aproximar dessas essências, que estão, em todas as coisas ao nosso redor... O mundo seria muito mais bonito!


Bjs!

=)