Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

25.8.09

Quero-te

Ginger
Quero-te
no secreto segredo de dizer-te
na asa da brisa repousada
no fulgor deste sol
no arrepio da água na levada
no sobressalto da pedra na falésia
no silêncio dos cumes
na claridade das madrugadas brancas
no respirar nocturno das ruelas
no calor do vinho a perfumar a boca
na solidão das mãos
na fímbria do desejo

(quero-te assim
longínquo e doce
terno e ausente)

só posso desejar-te nas palavras...

[Maria Aurora Carvalho - Homem]

6 comentários:

Luna Sanchez disse...

Mas as palavras, quando são assim, carregadas de desejo, têm vida própria.

Um perigo!

Beijo, Dannizinha.

ℓυηα

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Luninha, e eu não sei???rsrsrs...

Bjs!

Luna Sanchez disse...

Sabe, né, moça? Ai, ai. Confesso que eu também seeeeeeeiiiiiiii. Aff! Rs

___________________

* Tem um selinho pra ti, aqui, flor :

http://coleccion-recuerdo.blogspot.com/2009/08/eu-adoro-o-teu-blog.html

;)

ℓυηα

Débora disse...

Oii

Tem um selinho pra vc lá no meu blog! ;)

=**

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Ai meninas... vou ficar devendo, por enquanto, pois meu PC pifou. E aqui na faculdade não dá pra postar direito.
Mas valeu mesmo! Vcs são uns amores!

Bjs!

Danni

Débora disse...

Tah bom! :)
Eu te indiquei pq o seu blog é muito bom! Sempre leio!^^
e vc merece muitoos selinhos xD

BjOs ♥