Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

29.8.09

Anke Merzbach
Estou perdidamente emaranhada
em seus fios de delícias e doçuras.
Já não encontro o começo da meada,
não sei nem mesmo
se há uma ponta de saída,
ou se a loucura
vai num ritmo crescente
até subjugar a minha vida.
Não importa.
Quero seus nós de seda
cada vez mais cegos e apertados
a me costurar nas malhas e nos pêlos.
Enquanto você me amarra,
permanece atado
na própria trama redonda do novelo.

[Flora Figueiredo]

^^

Um comentário:

Luna Sanchez disse...

DAAAAAANNIIIIIIIII, PÁRA TUDOOOOOOOO!!!

É verdade que eu sempre elogio teu lindo blog, as poesias e imagens, adoro toda a delicadeza que encontro aqui. Mas esse texto me fez le-vi-tar...que isso? Pode, uma coisa linda dessas?

Encantada, estou encantada, não encontro outra palavra! Parabéns, querida, dá gosto te visitar! ;)

* Vou dar uma lida na obra dessa autora, gostei demais!

Dois beijos de sábado, aproveite o fds. ^^

ℓυηα