Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

5.8.09

Borboletas... Adoro essa música!

RecadosAnimados.com

Percebo que o tempo já não passa
Você diz que não tem graça amar assim
Foi tudo tão bonito, mas voou pro infinito
Parecido com borboletas de um jardim

Agora você volta
E balança o que eu sentia por outro alguém
Dividido entre dois mundos
Sei que estou amando, mas ainda não sei quem...


Não sei dizer o que mudou
Mas, nada está igual
Numa noite estranha a gente se estranha e fica mal

Você tenta provar que tudo em nós morreu
Borboletas sempre voltam
E o seu jardim sou eu.
.
.
[Composição: Victor Chaves]
^^

Nenhum comentário: