Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

3.7.09

Día de enero


"Te conocí un día de enero
Con la luna en mi nariz
Y como ví que eras sincero
En tus ojos me perdí

Que torpe distracción
Y que dulce sensación

Y ahora que andamos por el mundo
Como Eneas y Benitin
Ya te encontre varios rasguños
Que te hicieron por ahí

Pero mi loco amor
Es tu mejor doctor

Voy a curarte el alma en duelo
Voy a dejarte como nuevo
Y todo va a pasar
Pronto verás el sol brillar
Tú más que nadie mereces ser feliz

Ya vas a ver
Como van sanando poco a poco tus heridas
Ya vas a ver
Como va
La misma vida a decantar la sal que sobra del mar

Y aunque hayas sido un extranjero hasta en tu propio país
Si yo te digo ¿cómo dices?
Tu aún dices ¿que decís?
Y lloras de emoción oyendo un bandoneón

Y aunque parezcas despistado con ese caminar pausado
Conozco la razón que hace doler tu corazón
Por eso quise hacerte esta canción

Ya vas a ver
Como van sanando poco a poco tus heridas
Ya vas a ver
Como va
La misma vida a decantar la sal que sobra del mar."


[Shakira]


^^

2 comentários:

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Tradução:


Dia de Janeiro

Te conheci em um dia de janeiro
Com a lua em meu nariz
E como vi que era sincero
Em seus olhos me perdi

Que boba distração
E que doce sensação

E agora que andamos pelo mundo
Como Enéas e Benitin
Já encontrei em você várias cicatrizes
Que te fizeram por aí

Mas o meu louco amor
É seu melhor doutor

Vou curar a dor da sua alma
Vou te deixar como novo
E tudo vai passar
Logo você verá o sol brilhar
Você mais que ninguém merece ser feliz

Já vai ver
Como vão sarando pouco a pouco suas feridas
Já vai ver como vai
A mesma vida a decantar o sal que sobra do mar

E ainda que seja um estrangeiro
Até em seu próprio país
Se eu te digo "o que você diz?"
Você ainda diz "o que disse?"
E chora de emoção ouvindo um acordeão

E ainda que você pareça distraído com esse caminhar pausado
Eu conheço a razão que faz doer seu coração
Por isso quis te fazer esta canção

Já vai ver
Como vão sarando pouco a pouco suas feridas
Já vai ver como vai
A mesma vida a decantar o sal que sobra do mar.

[Composição: Shakira]


=)

Tetê disse...

OLha!!!


Vc avisa antes!!
porque a burrice aqui impera!! e fiquei um tempão tentando traduzir!!
Chego e vc já fez isso!!


Boa surpresa!
Adorável, eu diria!!


Só vc!!!


E sabe?
Foi no mês de janeiro!
É foi sim!!



Bjus, linda!!