Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

6.5.09

Quem eles pensam que são?

"Corrida pra vender cigarro
Cigarro pra vender remédio
Remédio pra curar a tosse
Tossir, cuspir, jogar pra fora
Corrida pra vender os carros
Pneu, cerveja e gasolina
Cabeça pra usar boné
E professar a fé de quem patrocina...
.
Corrida contra o relógio
Silicone contra a gravidade
Dedo no gatilho, velocidade
Quem mente antes diz a verdade
Satisfação garantida
Obsolescência programada
Eles ganham a corrida antes mesmo da largada.
.
Eles querem te vender,
eles querem te comprar
Querem te matar (a sede),
eles querer te sedar
Quem são eles?
Quem eles pensam que são?
.
Vender, comprar, vendar os olhos
Jogar a rede... contra a parede
Querem te deixar com sede
Não querem te deixar pensar."
.

[Humberto Gessinger]

^^

3 comentários:

Pamella Cassillas disse...

Bom, indiquei seu blog a ganhar um selo. Eu dei esse selo aos blogs que têm algo interessante .
http://pamellacassillas.blogspot.com/
Passa lá no meu blog veja as regras e poste também!
Desde já um super beijo!!
Seu blog tá dimais!

*Nao eskeça de salvar a imagem do selo ;)

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Ei Pâmella!

Obrigada pelo selo. Aceitarei com maior prazer.

Bjs!


=)

Tetê disse...

Danninha do coração!
sempre sendo reconhecida pelo carinho como nos trata!
Bjus, linda!!!!