Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

27.3.09

A dúvida é o preço da Pureza...

Perguntaste-me
onde andava, nos dias em que procuravas por mim;
a resposta,
apesar de [ainda] não saberes,
estava guardada no teu olhar.

^^

5 comentários:

Tetê disse...

um olhar a dizer tudo...

que lindo, danni!!

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Basta saber enxergar...

Walnize disse...

Danni,
(Sou tão netssauro na Internet que não sei escrever seu Danni)
Li no blog do Fábio (mais uma vez) seu comentário elogioso sobre minha crônica.Obrigada,mais uma vez.
Quanto ao "acho que estou ficando velha"! Há muitos jovens que já estão velhos e nem se dão conta...Até podem achar "velho" o Romantismo que exala como perfume no seu belíssimo blog.
beijos,
Walnize

claudiokezen disse...

Parabéns pelo blog...boa poesia nunca é demais...

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Walnize, Obrigada você! Volte sempre que puder...

Bjs!




Cláudio, Obrigada! Seja bem vindo!

Bjs!


=)