Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

20.2.09

Mudança


A mudança nem sempre é má. A mudança faz crescer e eu... sinto-me a mudar. Dentro de mim começo a reconhecer coisas que pareciam adormecidas. Será que estavam escondidas num cantinho? Quantos cantos há dentro de mim por descobrir? No entanto não me sinto triste... por mudar.
Apenas me sinto um pouco mais do que era.
^^

2 comentários:

Srta. V disse...

Ás vezes, a nossa inconstância nos assusta, outras, é tudo que nós desejamos(mudar)!

P.S. Adoro teu blog!

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Obrigada!

Seja sempre Bem Vinda aki, nesse espaço!

Bjs!