Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

12.2.09

Mormaço

Li essa linda poesia no blog do Fábio Siqueira, resolvi publicá-la. Tomara que me traga a mesma sorte e que eu tenha nem que seja por um dia... um dia de mormaço.


Mormaço
"Quando ele passa
é como um dia de MORMAÇO
Você se distrai
Esquece o chapéu
o protetor solar.
A brisa é fresca
A manhã é bela.
Você se deixa envolver...
percebe
ao fim do dia
o corpo
febril
tatuado
intocável.
Abre a janela
e pede
à
brisa da noite
que
sopre
pela sua pele nua
e suavize
a
dor da SAUDADE."
.
[Walnize Carvalho]
^^

2 comentários:

Tecnenfermaginando disse...

danni, saudade!!!

é linda poesia mesmo,
obrigada por (com)partilhar com a gente!!

bjus de bom fim de semana!!

a propósito, boa sorte nunca é demais,
vc é iluminada e especial,
para isto,
sucesso garantido!

:)

Nine disse...

linda poesia mesmo...
abraço.