Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

26.1.09

Qual a Cor do Amor?


"Primeiro é o beijo
Quente, procurado
A língua procurando a outra
E vendo se a boca combina
Se combina o beijo
Meio caminho andado
Depois é a pele
Se a textura vale
O pêlo com pêlo
Ou o pêlo com o seu pêlo
Ou os pêlos com meu pêlo
Ou o medo
Depois o cheiro
Um procura no outro
O cheiro de colônia ou
O cheiro de prazer
E os dois se embriagam
Ou vão até o banheiro
Depois a cor
O amor tem cor?
Cada amor tem uma cor
Cada beijo tem uma cor
Cor de caramelo doce
Cor de madrugada fria."
.
[Cazuza]

Composição: Cazuza / Roberto Frejat / Dé
.
PS.: Muitos passam 80, 90, 100 anos sem conhecer a cor do amor. Mais os poetas, têm um "faro" todo especial, para poder identificá-lo. Não seria diferente com o CAZUZA.
.
^^

3 comentários:

FÁBIO SIQUEIRA disse...

Que coisa linda Danni.
Tudo a ver com a minha manhã que começou com uma bela caminhada...
Ah, Obrigado pelo "selo". Não esqueci de registrar a honraria lá no "Comentários". Tô tentando organizar a listinha dos 11 +!
Bj.

Danni disse...

Olá Fabio!
Que bom que gostou...

Também to na luta contra a balança. Têm três quilos de "gostosura" que não querem me largar...rsrsrs

Obrigada você pela honraria!

Bjs!

Danni

Mariana Moralles disse...

Que lindooooo!!! Realmente...ele não tem cor!!! Beijossss

Ma