Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

13.1.09

(...)


^^

2 comentários:

Tecnenfermaginando disse...

Danni,

viajando em loucos amores...
E o porto seguro?

Bju.

Teresa

Danni disse...

É Teresa...
Eu realmente viajo em meus pensamentos. Principalmente quando me deparo com poesias como as do Mário Quintana.
Não tem mesmo como não viajar...

Quanto ao "porto seguro"... prefiro deixar pra vida real.

Beijão Teresa!