Dizem que finjo ou minto tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto com a imaginação. Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo, o que me falha ou finda, é como que um terraço sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio do que não está ao pé, livre do meu enleio, sério do que não é. Sentir, sinta quem lê! [Fernando Pessoa, in "Cancioneiro]

18.12.08

O meu


Cada um tem o seu engano de estimação. O meu é o mais vulgar - é voltar atrás.

^^

3 comentários:

Anônimo disse...

O meu também Dani...
Tem cura?

Helena

Anônimo disse...

Dani,
Eu não acho que é pior do que não reconhecer o próprio erro.

Reconhecer o erro e voltar a tras pode até ser uma virtude...

Bjs!

Aline

Danni disse...

Aline, depende do ponto de vista de cada um e da situação que se experencia...


Danni